Como é morar com cachorros no Porto, em Portugal?

Desde que comecei a falar sobre viajar com animais aqui e no meu antigo blog, acredito que já ajudei mais de 2000 animais a mudarem de país. Sejam com todos os meus posts sobre isso na internet, as dicas que dei no Youtube, matérias em revistas e especialmente com meu guia, o Viajar com Animais – que sozinho já ajudou mais de 1000 donos de pets.

Dentre todas essas pessoas e bichos, acho que pelo menos metade deles estava de mudança para Portugal. O país é o queridinho dos Brasileiros – seja pela língua, pela cidadania ou pela comodidade de se mudar para lá – e não seria diferente na hora de levar nossos melhores amigos com a gente.

Eu já morei em Portugal por alguns meses, em Lisboa, junto com meus dois cachorros. Foi uma experiência bem legal que quero repetir em muito breve! Amo a cultura portuguesa, adorei a capital do país, mas acredito que meu próximo destino por lá é outro: Porto.

Eu só ouvi coisas incríveis sobre a segunda maior cidade de Portugal. Porto fica em um outro lugar estratégico de Portugal, perfeito para conhecer uma região completamente nova do país – e também da Espanha – que eu nunca tive a oportunidade de visitar. Mas será que é bom morar com cachorros no Porto?

Por isso eu decidi conversar com a Isis Zimmerman, que me acompanha no Instagram já há algum tempo e sempre conversamos, para contar um pouquinho sobre como é morar com cachorros no Porto.

A Isis mora no Porto com o seu marido e o Fred, essa coisinha linda aqui da foto.

Há quanto tempo você está morando com cachorros no Porto?

Mudamos em agosto de 2016, fazem quase dois anos.

Quem é o Fred?

O Fred é é um vira-lata com características de salsicha, acabou de completar 5 anos.

Como é a sua rotina e a do Fred no Porto?

Quando chegamos aqui, passeávamos por muitas horas em dias ensolarados (menos no verão porque é bem quente então os passeios duravam um pouco menos), aproveitamos muito a cidade. Mas infelizmente em abril 2017 o Fred teve um problema na coluna e teve que ser operado, quando estava se recuperando operou de novo em julho de 2017 e desde então a gente costuma levar ele só em lugares mais calmos ou que não vão exigir tanto desgaste físico.

Quer levar seu melhor amigo para o Porto, mas não sabe como?

Como é a receptividade de animais em restaurantes e lugares públicos?

Não é incrível e nem ruim, em ambientes totalmente fechados são poucos lugares que aceitam animais, mas nas esplanadas eles são bem-vindos. O ponto ruim é que os fumantes também ficam nas esplanadas. Um ponto que eu amo aqui é que eles podem andar de metro e trem (não em todos os trechos, só nos mais curtos, por exemplo de Porto a Lisboa eles podem ir mas tem algumas condições especiais) tranquilamente, basta estar com guia e andar no último vagão. Num geral as pessoas gostam bastante, o Fred já virou atração algumas vezes rs.

Como as pessoas tratam o Fred no dia a dia?

Fazem carinho na rua? Ignoram? São amigáveis ou desagradáveis?

São bem amigáveis, fazem “festinha”, conversam com ele e ficam encantadas quando eu digo que ele veio do Brasil. Esse é um dos pontos mais positivos de ter um pet, quando estamos na rua e alguém sorri só pelo simples fato de ver o Fred eu me sinto muito especial.

Cachorros são aceitos no transporte público no Porto?

No metro não precisa de nada (a regra diz que eles precisam de focinheira, mas eu nunca vi ninguém usar, eles falam que é bom andar com uma caso o animal fique muito agitado), o mesmo vale para os comboios de curta distância. Para percursos maiores ou você leva na caixa/bolsa (desde que caiba no espaço entre as poltronas), ou ele paga passagem com valor cheio (descontos por comprar com antecedência nunca são aplicáveis a eles) e viaja só com a guia.

No ônibus também só pode na caixa/bolsa de transporte e para táxi e Uber está liberado. No táxi eles cobram uma taxa de 1,60 (não sei porque) e no uber fica a cargo do motorista, mas em quase dois anos só 2 não quiseram levar o Fred e usamos MUITO uber.

Como você compra o ticket para viajar com cachorros de transporte público? Quanto custa?

No metro e trem de curta distância (na cidade ou cidades ao redor) não precisa comprar nada, eles vão de graça.

O Porto tem parques para vocês passearem? Tem parques para cachorros?

Tem sim, muitos parques. Em alguns não são permitidos pets, mas em muitos outros são permitidos e tem alguns até com bosques para passearmos com eles. Ainda não conheci nenhum com cachorrodromo.

Vem conhecer outras bolsas de transporte de cachorros aqui!

Você já levou seu cachorro no veterinário por aí? Como foi?

Queria poder dizer que não, mas já levei em 3 veterinários. Uma que atendia em casa e os outros dois são os que cuidam de todo tratamento dele. Ambos foram incríveis! Muito carinhosos e solícitos, sem dúvidas os melhores profissionais que já cuidaram do Fred.

Quanto você pagou em uma consulta do Fred?

Paguei 20 euros em uma consulta normal e 40 euros para uma consulta emergencial. Uma coisa que eu acho bem bacana daqui é que eles vendem apenas a quantidade de comprimidos necessários para o tratamento, assim você não precisa comprar uma caixa sendo vai usar apenas alguns.

O que aconteceu de mais curioso aí no Porto com o Fred?

Toda vez que saio com o carrinho (sim, o Fred tem um carrinho igual de bebê, pois ele não aguenta passear grandes distâncias então pra não ficar pegando no colo investimos num carrinho) sempre tem alguma história pra contar. A mais fofa foi quando estávamos na estação de metro e uma criança (também em um carrinho) apontou e disse: olha papai, um cão!
E seu pai prontamente retrucou: oh pá, é um bebê!
Eles debateram isso por uns minutos até que eu mexi com o Fred e o pai ficou chocado de ser um cão rs
Outras vezes ele vira o xodó do vagão (sim, eu disse vagão) porque dentro do metro eu tiro ele do carrinho e as pessoas ficam apaixonadas rs (e também porque ele é muito friorento e tem muitas roupinhas fofas :P)

E encontrar hospedagem com animais, como faz?

Você considera o Porto uma cidade pet friendly?

Sim e não. Acho que Portugal não é um país perfeito em muitos aspectos e esse é um deles. As pessoas (mais velhas) ainda acham que lugar de cachorro é no quintal. Mas as coisas estão mudando, alguns restaurantes já preparam espaços para que vc possa usufruir com seu cão e as leis estão caminhando para uma mudança em relação a isso, o que me deixa muito feliz! Mas de fato, pelos seus stories aqui a possibilidade de levá-los para todos os lados talvez seja um pouco menor.

E ela finaliza:

As pessoas, num geral, gostam muito de animais. Ainda tem um caminho para se tornar o lugar ideal, mas estão caminhando para que isso seja cada vez mais real. Eu gosto muito de viver aqui com o Fred. Principalmente por poder andar com ele de metro tranquilamente e poder andar de trem com ele.

A Isis mora no Porto desde 2016 e compartilha todas as suas experiências, inclusive vivendo com o Fred, no seu blog pessoal. Para quem quer viver no Porto, ela tem várias dicas muito legais. Para começar, vai lá ver quanto custa manter um cachorro em Portugal. Tá tudo lá no blog dela!

Obrigada, Isis!

QUER SABER TUDO SOBRE VIAJAR COM ANIMAIS?

Despachante para Viajar | Viajar com Animais

Eu já peguei quase 20 voos com meus cachorros pelo mundo. Já fomos para a União Europeia, de volta para o Brasil, para a Ásia e para a América do Sul. 

Com tudo que aprendi, criei um guia para ensinar tudo que sei pra você, que também está passando por esse processo pela primeira vez. Esse guia já ajudou mais de 1000 bichinhos a chegarem nos seus novos destinos – e é uma alegria ler cada relato! Lá eu dou exemplos reais dos documentos que você vai precisar, falo muito sobre a caixa de transporte, dou dicas de como deixo meus animais mais seguros nos voos e tudo, tudo, tudo que eu sei sobre esse processo de viajar com animais.

>> Veja todas as avaliações do guia Viajar com Animais lá no Facebook. Clique aqui!

Se você quiser ver um pouco mais das viagens dos meus cachorros, conheça o Instagram deles clicando aqui.

Gostou? Compartilhe! <3