Viajar de trem pela Europa com animais: como funciona?

Viajar de trem pela Europa com animais é uma das minhas formas favoritas de me transportar com meus cães. Desde que começamos a viajar, em 2014, já peguei uns 8 trens diferentes com meus dois cachorros dentro da Europa. Viajar de trem pela Europa levando cachorros ou gatos é super fazível e bem tranquilo – você só precisa garantir, primeiro, que o país que pretende visitar aceita animais viajando dessa forma.

Depois de já termos mudado de país pelo menos umas 10 vezes com meus cachorros, viajar com animais de trem poderia ser só mais uma viagem – mas é uma das minhas formas favoritas de viajar com cachorros porque eles podem ir na coleira! 😀

  • Peso da Lisa: 8kg
  • Peso do Luca: 12kg

Viajar de trem com cachorros é uma experiência que eu sempre sonhei fazer – especialmente aqui dentro da Europa, pela facilidade de chegar nos lugares. Depois de pegar quase 20 voos com meus cães, é um alívio poder viajar com eles do meu ladinho, sob minha supervisão, sem chances de ter qualquer problema.

Hoje em dia, quando estou pela Europa, sempre tento priorizar viagens de trem. É mais tranquilo para todos nós e, mesmo que às vezes sejam viagens muito longas, ainda considero melhor do que todo o stress de pegar um avião com eles.

Além disso, viajar de trem com animais é uma experiência que eu queria MUITO contar por aqui, porque depois que você vem para a Europa as coisas parecem ficar infinitamente mais fáceis com os peludos – e essa é uma das principais razões pelas quais eu passo a maior parte do meu tempo nesse lado do planeta.

Eu já viajei de trem com cachorros para dentro e fora da União Européia.
Até o momento, já fizemos as seguintes rotas de trem:

Berlim, Alemanha – Budapeste, Hungria
Berlim, Alemanha – Zagreb, Croácia
Zagreb, Croácia – Belgrado, Sérvia
Belgrado, Sérvia – Novi Sad, Sérvia
Belgrado, Sérvia – Sofia, Bulgária
Sofia, Bulgaria – Vienna, Áustria
Vienna, Áustria – Milão, Itália

Posso viajar de trem pela Europa com cachorros?

Se você tiver um cachorro ou gato de pequeno porte, que costuma caber em uma bolsa de mão, normalmente pode ir para praticamente todos os países da Europa! No meu caso, que tenho cachorros de porte pequeno para médio e só posso viajar com eles na coleira, não funciona exatamente assim.

Na Espanha, você só pode viajar com cachorros ou gatos dentro de uma bolsa de transporte – fazendo com que seja impossível para nós viajarmos pelos dois países de trem. Algumas rotas, no entanto, acabam aceitando animais só para destinos específicos – normalmente porque o país de destino aceita animais, aí eles abrem uma excessão. Por isso é tão importante checar no próprio site antes de fazer a reserva!

A boa notícia é que a MAIORIA dos países aceita animais sem grandes problemas! Viajei por um ano inteirinho ao redor da Europa, passando por uns 7 países diferentes sem precisar colocar eles na caixa de transporte nenhuma vez, só a Lisa na mochila de viagem que temos pra ela ir mais confortável – e todas as viagens foram incríveis e muito tranquilas!

Como comprar passagens de trem para cães e gatos?

A minha estratégia é sempre ir até a estação de trem e fazer a compra direto no guichê. Em algumas companhias ferroviárias, você pode comprar tudo pela internet, mas como muitas delas não mostram as regras tão claramente no site, sempre que tenho a oportunidade vou direto no guichê da companhia e compro o ticket direto no caixa.

Regras que aprendi sobre viajar de trem com animais:

DB Bahn (e seus parceiros)

Mais informações sobre viajar de trem com animais usando a DB Bahn

Você está autorizado a transportar animais de qualquer porte no trem levando eles direto na coleira. Se o animal for de porte pequeno e viajar dentro da bolsa de transporte, você não precisa pagar nada. Para cachorros maiores, o preço é a metade do valor da sua passagem, normalmente uma passagem infantil. O site deles explica um pouco melhor, mas é um pouco confuso. Por isso fui direto no guichê!

Trenitália

Mais informações sobre viajar de trem com animais usando a Trenitália

Viajar com cachorros pela Itália foi BEM mais tranquilo do que eu tinha imaginado. Como estava indo de Vienna, na Áustria, para Milão, na Itália, tive que fazer uma conexão na divisa dos dois países e por isso não consegui comprar o transporte para os meus dois cachorros ainda na Áustria – o sistema dos dois não conversa perfeitamente entre si.

Assim que eu cheguei na Itália, fui para a máquina de tickets comprar as passagens. Mesmo em uma cidade minúscula, tinha um guarda na estação que me ajudou ligando para o seu supervisor só para garantir que tudo estava certo. Fiquei bem surpresa quando ele me avisou que eu não precisava pagar nada para levar os cachorros até meu destino final, mesmo na coleira, porque eles eram pícolos (pequenos). Achei demais! 😀

No entanto, em algumas situações e horários você vai precisar comprar um ticket pela metade do preço. Confirme no site!

Trens na Sérvia, Bulgária e Croácia

Saindo da Alemanha, indo em direção a Hungria e Croácia, eu consegui comprar tudo direto com a DB Bahn. Nos países do Leste Europeu, acabei indo direto na estação de trem, pedi ajuda para meia dúzia de pessoas que falavam inglês e consegui comprar a passagem para eles com alguns dias de antecedência. Isso foi ótimo porque me garantiram MESMO que eu poderia viajar com os cachorros e consegui planejar tudo baseado nisso.

Na Sérvia, quando viajei de Belgrado até Novi Sad, os seguranças do trem não queriam me deixar entrar no trem de jeito nenhum com os dois cachorros, falando que não era autorizado, e só sossegaram quando eu mostrei minha passagem que mostrava que os tickets eram também para os cachorros. Então é sempre importante reservar seu ticket antes de tentar embarcar!

Como funciona a reserva de assento ao viajar de trem com animais?

Mesmo que muitas vezes você pague uma reserva específica para o seu bicho, eles não têm direito a um assento só deles – ou nenhum ao seu lado. No primeiro trem que pegamos, indo para Budapeste, passamos um perrengue enorme porque o trem estava muito cheio e não tinha espaço no assento que eu tinha reservado.

Nesses casos, o que eu costumo fazer é andar pelo trem até achar um lugar vazio – preferencialmente sem reserva no meio do caminho – e me sentar lá com eles. Já tive que sentar nas divisas do trem com eles só porque não tinha nenhum espaço e ainda assim o perrengue vale mais a pena do que pegar um avião. Pelo menos eles estão do meu lado, né?

A técnica que eu fui desenvolvendo foi de reservar um ticket em algum lugar mais vazio, chegar cedo e procurar as cabines que não possuem reserva – você pode ver na porta, em muitos trens, se elas estão no nome de alguém. Se a cabine estiver vazia, normalmente eu domino ela inteirinha – ou pelo menos 3 assentos – com as minhas coisas pra tentar deixar os cães mais confortáveis. Nem sempre funciona, porque às vezes os trens ficam muito cheios, mas vale a tentativa.

Quais documentos eu preciso para viajar de trem com cachorros pela Europa?

Depende da rota que você vai fazer. Para viajar dentro da União Européia, é obrigatório que o animal seja microchipado e que sua vacina antirrábica esteja em dia, tendo o comprovante direitinho na carteirinha de vacinação – seja uma carteirinha de vacinação brasileira ou o passaporte europeu dele.

Para sair da União Européia e voltar, você vai precisar da sorologia antirrábica igual aquela que é preciso para sair do Brasil – lembrando que ela vale por toda a vida do animal. No caso do UK ou da Irlanda, por exemplo, você também precisa fazer o tratamento contra tênia – mas tudo isso você pode ver direto no meu guia, o Viajar com Animais.

Eu já passei por várias e várias fronteiras de países e nunca me pediram nenhum comprovante de documentação deles, nem mesmo a sorologia, mas é sempre importante ter caso isso aconteça. Não arrisque!

Antes de viajar, também é importante verificar também se o destino não tem nenhum tipo de doença ou epidemia que possa ser perigosa para ele – e já levar o animal no veterinário para garantir que está tudo certo.

Para viajar de trem eu sempre levo uma focinheira já presa no pescoço do Luca – já que ele vai só na coleira – e em alguns países já me pediram para que ele usasse a focinheira. Então é sempre bom ter uma a mão!

Qual é a bolsa de transporte que posso viajar de trem com animais pela Europa?

Para os cães – e até gatos – pequenos, a melhor solução é ter uma bolsa de transporte que ele se sinta seguro dentro. Você pode comprar uma do tamanho que preferir, desde que consiga carregar sem problemas e seu bichinho fique confortável. A maioria dos trens não pedem nenhum tamanho ou material específico – mas confirme sempre no site antes de reservar!

A melhor parte de viajar de trem com animais na bolsa de transporte é que eles não pagam passagem na maioria das empresas.

A mochila de transporte que eu tenho para a Lisa é da marca Trixie, mas eu só costumo usá-la depois que sento no trem, colocando a bolsa no chão. A Lisa costuma subir no trem direto na coleira e durante a viagem acaba dormindo na bolsa porque ela adora – e isso ainda faz com que eu economize uma grana.
Quando ela estava fora da bolsa de transporte, em alguns trens me pediram para que ela fosse de volta para dentro, mas na maior parte das vezes foi bem tranquilo deixá-la pra fora também.

Viajar de trem é, de longe, a melhor forma que eu encontrei para viajar com animais pela Europa. É uma forma segura, divertida e tranquila de ir para um ou mais países europeus sem ter que se preocupar com um voo, uma caixa de transporte e muitas vezes até documentação.

QUER SABER TUDO SOBRE VIAJAR COM ANIMAIS?

Despachante para Viajar | Viajar com Animais

Eu já peguei quase 20 voos com meus cachorros pelo mundo. Já fomos para a União Europeia, de volta para o Brasil, para a Ásia e para a América do Sul. 

Com tudo que aprendi, criei um guia para ensinar tudo que sei pra você, que também está passando por esse processo pela primeira vez. Esse guia já ajudou mais de 1000 bichinhos a chegarem nos seus novos destinos – e é uma alegria ler cada relato! Lá eu dou exemplos reais dos documentos que você vai precisar, falo muito sobre a caixa de transporte, dou dicas de como deixo meus animais mais seguros nos voos e tudo, tudo, tudo que eu sei sobre esse processo de viajar com animais.

Se você quiser ver um pouco mais das viagens dos meus cachorros, conheça o Instagram deles clicando aqui.

Gostou? Compartilhe! <3